4 regras de grupo de WhatsApp que não podem faltar no grupo do condomínio

Você já pensou em criar regras de grupo de WhatsApp no condomínio? Manter uma boa comunicação entre todos os condôminos é um ponto fundamental para uma gestão eficiente. Os aplicativos de conversa se tornaram ótimas ferramentas para isso, mas é preciso estabelecer normas para uma convivência pacífica e entre todos os participantes.

Existem conteúdos que podem gerar desconforto, como fake news, vídeos impróprios ou temas polêmicos que não tenham relação com a gestão do condomínio. Por isso, preparamos este conteúdo com 4 pontos que devem ser abordados nas regras dos grupos. Confira!

1. Relacionamento entre os condôminos e o síndico

Primeiro, é preciso ter regras claras sobre a importância do bom relacionamento entre os condôminos e o síndico, esclarecendo que o espaço não deve ser utilizado para a troca de ofensas ou conflitos.

A cordialidade e a educação devem estar presentes em todas as mensagens. Mesmo quando uma pessoa discorda de outra, existem meios de se posicionar sem que isso se torne uma briga. Além disso, assuntos pessoais devem ser tratados de forma privada para evitar exposições desnecessárias.

2. Limitação sobre assuntos tratados

Um dos principais problemas que surgem nos grupos de WhatsApp é a dispersão. Com o tempo, as pessoas começam a usar este meio para encaminhar correntes, notícias e outras mensagens não relacionadas aos assuntos do condomínio.

Também vale a pena deixar claro que ninguém deve utilizar o grupo para abordar assuntos como política, religião e outras questões que possam gerar polêmicas. Finalmente, é uma boa prática que todos não usem o canal para mandar mensagens de “bom dia” e outros recados desnecessários.

3. Possibilidade de vendas no grupo

Uma prática recorrente é fazer anúncios de vendas de produtos ou serviços entre condôminos, mas nem sempre isso é adequado no grupo. É importante ter uma regra de grupo de WhatsApp para permitir ou proibir que isso aconteça, a fim de alinhar todos os moradores.

Para isso, o síndico deve refletir se esse tipo de mensagem atrapalharia o fluxo de mensagens considerando o volume de moradores, quantidade de anúncios e outras questões relevantes. Também vale estabelecer alguns limites de horários para isso ou impor alguma regra para que essas mensagens não sejam enviadas durante discussões de temas relativos ao condomínio.

4. Definição das penalidades

É importante ter penalidades bem definidas para os casos de descumprimento das regras do grupo. Crie uma descrição completa para incluir todas as normas de utilização e liste as sanções que podem ser aplicadas, como obrigação de apagar a mensagem e de se retratar.

Em atitudes mais graves, o condômino também pode sofrer outras penalidades previstas na convenção, como advertências. Nesse caso, o assunto deverá ser discutido e aprovado em assembleia.

Em todos os casos, é importante que as regras do grupo de WhatsApp demonstrem quais são os objetivos do grupo e os assuntos mais relevantes para que os moradores mantenham o foco. Além disso, é fundamental que o síndico tenha um papel ativo para orientar todos os integrantes do grupo.

Gostou do conteúdo? Se você quer mais dicas para ajudar na gestão do condomínio, aprenda como fazer um controle financeiro eficiente!

Receba inovações e boas práticas para a gestão condominial!

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.