5 dicas de economia de energia em condomínios

Se você gerencia um condomínio, sabe que esse tipo de estabelecimento tem inúmeras despesas que precisam ser gerenciadas e uma das mais impactantes nas finanças é a energia elétrica. Conhecer algumas dicas de economia de energia poderá ser um diferencial para manter as contas equilibradas.

Há diferentes táticas que minimizam os gastos com energia elétrica no condomínio, mas, neste conteúdo, trouxemos as cinco táticas mais eficientes que podem ser aplicadas pelo síndico. Leia e aprenda!

1. Use lâmpadas LED

Existem quatro tipos de lâmpadas que podem ser adquiridas e instaladas no condomínio. São elas as incandescentes, halógenas, LFC e LED. Como o preço de uma lâmpada LED é mais alta, ela parece mais custosa à primeira vista, mas a economia gerada no consumo gera melhor custo-benefício para o condomínio.

De acordo com o Sócio Diretor da LED Planet Importadora, esse tipo de lâmpada pode reduzir até 70% da sua conta de luz. A LED também tem uma durabilidade maior em relação às fluorescentes comuns.

Um condomínio conseguirá ampla economia ao usar essas lâmpadas nas áreas comuns, sala de reunião e outros locais.

2. Instale torneiras e sanitários inteligentes

O consumo de água está diretamente ligado ao de energia elétrica. Isso acontece pelo fato de a bomba hidráulica demandar eletricidade, para enviar a água pelos canos.

Uma boa alternativa para minimizar o uso dessa bomba é implementando torneiras e sanitários inteligentes. Esses são equipamentos que ativam e desativam automaticamente, o que evita que uma torneira fique aberta por tempo além do necessário, por exemplo.

Outras dicas relacionadas para economizar tanto água como energia são verificar a incidência de vazamento, orientar os moradores e colaboradores sobre as práticas para economizar água e instalar cisternas para reaproveitar água de chuva.

3. Aproveite painéis solares

Painéis solares são equipamentos de sistema fotovoltaico (ou sistema de energia solar), que geram eletricidade, por meio da radiação solar — fonte de energia inesgotável e renovável.

Apesar de exigir um investimento inicial para fazer a instalação dos painéis e sistema, trata-se de medida que pode gerar uma redução na conta de luz em até 95% — conforme ABSOLAR — tanto no inverno ou no verão.

Além disso, é uma tecnologia que agrega valor às unidades habitacionais, já que se trata de uma infraestrutura que beneficia futuros adquirentes dos imóveis.

4. Priorize a iluminação natural

Aproveitar a iluminação natural é uma das melhores formas de minimizar o uso da eletricidade, durante o dia, em um condomínio.

Para isso, tome medidas que garantam que a luz do sol adentre no condomínio, como manter janelas e vidros do condomínio limpos e evitar o uso de cortinas.

5. Modernize os elevadores

Elevadores modernizados utilizam tecnologias mais novas, que diminuem os picos de partida — o que gera uma economia de até 40%. Além disso, o condomínio minimiza a necessidade de realizar manutenções e reduz a ocorrência de problemas (como as paradas repentinas, por exemplo).

Como a conta de luz é uma das principais causas de gastos para um condomínio, colocar as nossas dicas de economia de energia em prática faz com que o síndico consiga diminuir a taxa condominial e amplie sua reserva para contingências, simultaneamente.

Quer ficar de olho nas nossas dicas futuras? Então, siga-nos, agora mesmo, nas nossas redes sociais! Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn!

Receba inovações e boas práticas para a gestão condominial!

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.